Todas as petroleiras sofrem com a queda do preço do barril; culpa não é da Petrobrás

PREOPETROLEO (2) (1)

Por mais que a mídia e a turma do “quanto pior, melhor” tentem te fazer acreditar no contrário, a crise do petróleo está longe de ser culpa da Petrobrás. A crise é global. No ano passado, alertamos para o fato de que, em um ano, o preço do barril caiu mais de 50%. A queda continua. Há apenas 16 meses, o barril de petróleo custava entre 100 e 110 dólares. Hoje, está nos 28 dólares dólares e deve chegar a 20 ou 15 dólares, segundo as previsões mais pessimistas.

Isso acontece porque a demanda por petróleo caiu, principalmente com a desaceleração da economia de grandes consumidores, como China e Alemanha, e os países da OPEP mantiveram a produção no mesmo ritmo. Mesmo nesse cenário, os países membros da OPEP não pretendem diminuir a produção, o que desvaloriza ainda mais o preço. Eles afirmam que vão manter o ritmo para garantir competitividade e quebrar outros produtores, como o shale oil americano. A expectativa é que o mercado se autorregule novamente.

Até lá, as economias que dependem fundamentalmente de petróleo e gás sofrem duros golpes, caso da Noruega e o Canadá, quinto maior produtor do mundo, por exemplo. Como vocês podem ver, não é só o Brasil que passa por momentos de dificuldade.

Com a queda do preço do barril é claro que algumas petroleiras do mundo vão quebrar ou vão demitir em massa, e isso não deixa de fora a Petrobrás. Na Ásia, o preço do barril caiu para o valor mais baixo desde 2003, para um valor abaixo dos US$ 28. Em Nova York, os preços chegaram a atingir US$ 29,93 o barril. No ano, perdas já chegam a quase 20% do setor.

É preciso ter isso em mente quando nos deparamos com “análises” de “especialistas” culpando uma suposta má administração e as denúncias de corrupção pelo momento delicado por que passa a Petrobrás. Não se deixe enganar, as maiores petroleiras do mundo passam por dificuldades semelhantes. O problema é estrutural e não focal. Não dá pra levar em consideração papo de entreguistas e dos privatizadores, sempre com suas campanhas de desacreditar, desmontar e vender a preço de banana. A Petrobrás é formada por milhares de trabalhadoras e trabalhadores e é patrimônio de todos os brasileiros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s