Bancada de Cunha aprova PEC que dá à Igreja poder de questionar o Supremo

estado laico

Mais um absurdo da House Of Cunha aprovado na calada da noite. Os retrocessos promovidos por Cunha e sua bancada fundamentalista multiplicam-se no mesmo ritmo em que as acusações que pesam contra ele na justiça. Na madrugada desta quarta-feira, uma comissão especial aprovou a PEC que dá à Igreja o poder de questionar o Supremo.
É isso mesmo. A IGREJA PODE QUESTIONAR O SUPREMO, por meio de uma emenda constitucional (99/2011), que já foi a provada na primeira instância de sua tramitação. A proposta é do deputado João Campos (PSDB-GO), o mesmo que defende “a cura gay”.

Agora, a PEC tramita pelo plenário da Câmara e do Senao. Caso seja aprovada, as igrejas passam a ter direito de apresentarem as chamadas ADI (Ações Diretas de Inconstitucionalidades) e outros recursos perante o STF. Isso, é claro, joga o princípio do Estado Laico, previsto na Constituição, no lixo.

O relator da proposta, deputado Bonifácio Andrada (PSDB-MG) diz que “o STF expressa um preconceito contra argumentos de ordem religiosa, dando preferência a argumentos científicos”. A gente já sabe que a gestão Cunha, com seus aliados da bancada da Bíblia, não têm muito apreço pela Constituição. Agora, com eles no comando, a igreja ameaça tomar conta a tratorar todos os direitos conquistados pelas minorias ignoradas e não aceitas por essa mesma igreja. Para Cunha e seus amigos, laicidade do Estado é só um conceito facilmente transponível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s