#ApesarDaCrise, Transpetro coloca em operação o primeiro navio gaseiro de produção totalmente brasileira

indústria naval

Você acha que a Petrobras é feita só de petróleo e gás? Tá muuuuito enganado. Além disso, do pré-sal, dos fundos para saúde e educação, de movimentar a economia, a nossa estatal tem um papel muito importante na geração de empregos e no desenvolvimento nacional.
A Petrobras Transporte – Transpetro, por exemplo, é hoje a maior do país em processamento de gás natural e a melhor empresa de transporte e logística de combustível do Brasil. Quer saber por que isso é importante? Simples. Você, que ama um produto orgânico, de produtores locais, com mais qualidade, tem tudo a ver com isso, já que a mesma lógica vale para a indústria local. Pra quê comprar de fora o que pode ser produzido aqui?
No mês passado, a Transpetro colocou em operação o primeiro navio gaseiro do Sistema Petrobras construído no Brasil, chamado Oscar Niemeyer. O navio é parte das operações do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef), que faz parte do PAC, e tem o objetivo de modernizar a frota da Transpetro. Além do navio Oscar Niemeyer, já estão em operação os suezmax André Rebouças, Henrique Dias, Dragão do Mar, Zumbi dos Palmares e João Cândido; o panamax Anita Garibaldi e os navios de produtos José Alencar, Rômulo Almeida, Sérgio Buarque de Holanda e Celso Furtado.
Se você tem menos de 25 anos, pode não se lembrar como era a indústria naval brasileira antes dos governos de Lula e Dilma e da valorização da nossa indústria local. Em 2002, quando o tucano FHC deixou a presidência, a indústria naval brasileira estava renegada a serviços menores. Os navios da Petrobras eram de fabricação estrangeira (eles adoram dar lucro pra gente de fora) e havia apenas 7 mil empregados na indústria naval do país inteiro.
Com Dilma, são 80 mil funcionários, investimentos pelo PAC 2. 49 navios encomendados, gerando 200 mil empregos diretos e indiretos, com expectativa de dobrar a frota da Transpetro nos próximos anos. Graças à política de produção nacional de Lula e Dilma, já somos a quarta maior indústria naval do mundo. Essa é a diferença de quem pensa política no macro, colocando os interesses nacionais em primeiro lugar.
Não se deixe enganar pelos entreguistas, adeptos da política do “quanto pior, melhor”, para que o terreno fique mais receptivo à entrega das nossas riquezas nacionais aos estrangeiros. Apesar da crise mundial por que passa o mercado do petróleo, nossa indústria, como um todo, vai muito bem, obrigado. E a Petrobras foi a menos atingida dentre as maiores do mundo.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s