Enquanto Cunha é denunciado, Estadão se preocupa com contrato de Dirceu que nem existe

Um dia após o presidente da Câmara dos Deputados ser denunciado por corrupção com provas materiais de ter recebido US$ 5 milhões de propina e um pedido de investigação feito pelo Procurador-Geral da República, o Estadão dá destaque a um contrato que sequer foi firmado entre José Dirceu e o Ministério do Desenvolvimento Social para a criação de auxílio funerário do Bolsa Família.

“Polícia achou contrato do irmão do ex-ministro da Casa Civil, preso na Operação Lava Jato, que aponta tentativa de intermediação de seguradora com Ministério do Desenvolvimento Social, por meio de consultoria de amigo do ex-ministro; contrato não foi fechado”, parece novela de Manoel Carlos, mas é o rebolar do Estadão pra tirar o foco do que realmente importa.

Depois de ser preso, quando já estava preso, Dirceu continua alvo do certo da PF e da mídia em uma tentativa de transforma-lo em mártir conspurcador dos pecados que esses dois setores atribuem ao Partido dos Trabalhadores. Na onda, quem estiver pelo caminho, inclusive um dos ministérios mais importantes do Brasil, nos últimos 13 anos, responsável pela retirada de milhões de brasileiros da pobreza extrema.

Enquanto Cunha se vê face a face com provas materiais, Dirceu é acusado sem direito à ampla defesa, como o é há 10 anos. Não existem provas que incriminem Dirceu ou o MDS, já que a minuta do contrato, encontrada em posse do amigo do irmão da tia da prima do vizinho não comprova crime algum e tal fundo sequer existe.

Mais uma vez, assistimos à ridícula tentativa da mídia de desviar o foco quando são descobertas as atividades pouco ortodoxas daqueles que eles tentam eleger como salvadores da pátria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s