Ricardo Ferraço, o senador que quer entregar de bandeja o nosso pré-sal às multinacionais

O nome dele é Ricardo de Rezende Ferraço, natural de Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, atual senador pelo PMDB-ES e defensor ferrenho da venda de nossas riquezas naturais, como o pré-sal, para empresas estrangeiras. Relator do Projeto de Lei do Senado 131, de autoria de José Serra, que propõe reduzir o papel da Petrobras no pré-sal, Ferraço faz parceria com Serra e, junto com outros parlamentares, como Aluysio Nunes, forma uma equipe de entreguistas do nosso pré-sal.

O PL de Serra tira da Petrobras a função de única exploradora do pré-sal e o direito de uma participação mínima de 30% do petróleo extraído. É importante lembrar o que está em risco com PL de Serra e o que ele quer tirar do Brasil. Entre os motivos pelos quais a Petrobras precisa continuar como exploratória única do pré-sal, destaque para o controle da produção e garantia de uma exploração sustentável, garantia do abastecimento nacional, preservação e garantia do desenvolvimento tecnológico, além de evitar acidentes e extração predatória, garantir o controle social e interesses do país e gerar empregos e conteúdo local.

Em 4 de agosto, a instalação da Comissão Especial que debaterá no Senado o PLS 131 foi adiada. A suspensão da comissão foi por conta da pressão dos senadores presentes na reunião, que não aceitaram a manobra do presidente do Senado, Renan Calheiros, que nomeou por vontade própria os senadores Otto Alencar (PSD/BA) para a Presidência e Ricardo Ferraço (PMDB/ES) para a Relatoria da Comissão.

Nesse dia 12, a Comissão foi retomada, sem a presença dos petroleiros e dirigentes da FUP, banidos do Senado. Ferraço foi confirmado como relator. O ponto é que o relator Ferraço já se posicionou favorável à proposta de Serra. Para entender melhor, o relator é o parlamentar designado pelo presidente da comissão para apresentar parecer sobre matéria de competência do colegiado. A escolha do relator é feita de acordo com a proporção das bancadas partidárias ou blocos. Ativo defensor da redução da maioridade penal no Brasil, já flertou com partidos como PSDB, PTB e PPS, e é também conhecido como aquele que quer entregar o nosso pré-sal de bandeja para os gringos.

Ferraço defende tirar da Petrobras o protagonismo na exploração do pré-sal para entregar às multinacionais. Segundo relatório do senador Ferraço sobre o PL 131, o projeto o projeto é “extremamente conveniente e oportuno devido à precária situação econômica em que se encontra a Petrobras”. Ele quer substituir a obrigatoriedade da participação da Petrobras na exploração do Pré-Sal pelo termo “preferência”. Em termos práticos, tal substituição abre completamente o Pré-Sal para as empresas estrangeiras — já que a Petrobras estaria vulnerável ao jogo de mercado dos tigres do capital estrangeiros.

Não se deixe enganar: esse jogo de palavras é o mais novo modo de entregar o Pré-Sal para os estrangeiros. Estamos de olho, Ferraço e companhia!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s